• Fiscalização de máscaras
  • Atendimento sobre Seguro Desemprego
  • Orientações Covid 19

Esporte e Lazer

16/06/2020 15:06

Programa FazAtleta define novos critérios para o período da pandemia do coronavírus

A remuneração de um treinador e agora também de um preparador físico, além da autorização para aquisição de 28 itens de equipamentos esportivos para treino em casa. Essas são algumas das novidades apresentadas na Resolução 01/2020 do Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador do Estado da Bahia - Fazatleta, publicada na edição desta terça-feira, 16, do Diário Oficial do Estado.

Assinada pelo diretor geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego e Esporte (Setre), Vicente Neto, o documento com novos critérios para elaboração, inscrição e avaliação de projetos tem validade enquanto perdurar o Estado de Calamidade Pública instituído pelo Decreto 19.626, de 09 de abril de 2020, motivado pela pandemia do coronavírus.

“Em função das mudanças ocorridas no calendário esportivo por conta da pandemia, foi necessária a adequação do programa à nova realidade, mas não posso deixar de destacar o ganho que representa para os atletas baianos a manutenção ativa deste benefício do FazAtleta, preservando os R$ 4,5 milhões previstos pelo governo baiano para este ano. Essa política pública é muito importante, principalmente num momento tão particular como o que está sendo enfrentado por esportistas de um modo geral”, observou Vicente Neto.

O titular da Setre, Davidson Magalhães, destaca que o esporte foi uma das áreas mais atingidas pelo coronavírus, com o cancelamento de competições e restrições para os treinos. “As mudanças nas regras do FazAtleta vão permitir que os esportistas baianos, que estão em isolamento social, tenham acesso aos recursos para manter o treinamento e alcançar um bom desempenho quando voltarmos a plenitude das atividades esportivas”, reforçou o secretário.

Enquanto estiverem suspensas as competições, o programa não financiará compra de passagens aéreas, inscrição em competições e em academias. No entanto, oferece novidades como o financiamento de até R$1.500,00 para aquisição dos equipamentos esportivos para treino em casa. Tão logo o calendário esportivo seja retomado, a Comissão Gerenciadora do FazAtleta debruçará sobre a nova realidade e fará as alterações necessárias para a adequação.

Projetos - Antes da publicação do Decreto 19.626, em 9 de abril, pelo governo do estado instituindo o estado de calamidade, 35 projetos já haviam sido inscritos no programa. Desse total, 32 apresentados por atletas e três para eventos esportivos.

Coordenador estadual do Esporte da Bahia, Rodrigo Farias informa que os projetos dos atletas seguem valendo, no entanto será necessária a apresentação de um novo cronograma financeiro em conformidade com critérios agora estabelecidos. “Com a publicação, iniciaremos hoje o contato com os atletas autores dos projetos para que façam essa adequação até a próxima terça-feira, 23 de junho. Feito este ajuste, a Comissão Gerenciadora irá avaliar cada projeto, que sendo aprovado poderemos dar início ao desembolso financeiro”.

Neste momento, segundo Rodrigo Farias, apenas os projetos de atletas deverão apresentar o novo cronograma financeiro. Os três de eventos já inscritos serão analisados tão logo a agenda esportiva seja retomada.

Fonte: Ascom Sudesb
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.