• SineBahia Mulher
  • Unidades do SineBahia
  • Carteira Nacional do Artesão e Artesã
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Economia Solidária

17/12/2019 08:12

Prêmio homenageia personalidades que atuam no fortalecimento da economia solidária

A entrega do prêmio “Paul Singer: Outra Economia Acontece” foi realizada pela Secretaria do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (Setre) ontem (16), durante a segunda edição do Festival de Economia Solidária, no Salvador Shopping.  A condecoração contemplou três personalidades que contribuem para o fortalecimento do setor na Bahia: os professores Roberto Marinho e Nilton Vasconcelos e a ex- coordenadora da Rede Nacional de Gestores da Economia Solidária, Sandra Faé.

Segundo o titular da Setre, Davidson Magalhães, o prêmio é um reconhecimento pelo trabalho que os homenageados desenvolvem para fomentar essa modalidade econômica, que conta com cerca de 2.300 empreendedores na Bahia. “É sempre válido destacar o papel que essas pessoas prestam à sociedade e para que essa outra economia aconteça e se consolide cada vez mais”, afirmou.

Os agraciados destacaram a importância de serem homenageados com um prêmio que leva o nome do pai da economia solidária no Brasil. “Paul Singer foi um dos primeiros a mostrar que era possível que a humanidade tivesse um jeito diferente de produzir, distribuir, de consumir, de forma mais sustentável e com base na cooperação e na solidariedade”, ressaltou Roberto Marinho.
 
Para o professor Nilton Vasconcelos, que esteve à frente da Setre de 2007 a 2014, o prêmio “deve ser compartilhado com todos aqueles que deram sua contribuição para a consolidação das políticas públicas de economia solidária, principalmente nestes tempos difíceis no plano nacional”.

Já Sandra Faé reforçou a posição de destaque que a Bahia possui no segmento.  “Visitar o festival e ver o trabalho dos Centros Públicos, que fazem parte da política pública do estado, é muita satisfação. É possível notar a qualidade dos produtos, a diversidade dos territórios reunidos nessa rede e ver o quanto o Governo da Bahia investe e acredita cada vez mais nessa estratégia de desenvolvimento”, disse.

O Festival de Economia Solidária segue até o próximo dia 23, com produtos de 15 territórios de identidade da Bahia e uma programação composta por apresentações culturais, aulas-show de gastronomia, desfiles de moda e outras atividades relacionadas à economia solidária. O evento acontece de segunda a sábado, das 9h às 22h, e nos domingos, das 13h às 21h.

Ascom Setre

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.