• 8ª Semana de Valorização do Trabalho Doméstico
  • Programa 1º Emprego
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • Programa de Estágio
  • Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Superintendência de Economia Solidária e Cooperativismo

Sesol
Crédito (dir p/ esq, cima p/ baixo): 1, 2 e 3 - Marcelo Reis; 4 - Camila Souza


A Superintendência de Economia Solidária e Cooperativismo – SESOL tem por finalidade: planejar, coordenar, executar e acompanhar as ações e programas de fomento à economia solidária e ao cooperativismo.


Competências:

I – Promover ações que orientem a intervenção do Estado para o desenvolvimento, direcionando-as para a criação de condições mais justas de produção e distribuição de riquezas com valorização das especificidades dos territórios;

II – Atuar para que as políticas públicas de economia solidária e cooperativismo se consolidem como políticas de Estado;

III – Consolidar a economia solidária e o cooperativismo como estratégias viáveis de desenvolvimento socioeconômico;

IV - Estimular e avaliar as parcerias com órgãos públicos nas três esferas de Governo, com os movimentos sociais, organizações não governamentais, agências de fomento da economia solidária, entidades financeiras solidárias e entidades representativas de cooperativismo e associativismo;

V – Fortalecer os espaços de organização e de participação da sociedade civil e dos demais entes governamentais, na formulação de políticas públicas para a economia solidária e o cooperativismo.


Coordenações da Sesol:


• Coordenação de Formação e Divulgação de Economia Solidária e Cooperativismo;

• Coordenação de Inovação e Fomento à Economia Solidária;

• Coordenação de Microcrédito e Finanças Solidárias;

• Coordenação de Assistência Técnica e Inclusão Sócioprodutiva;

• Coordenação de Informações Estratégicas.
Recomendar esta página via e-mail: