• EcoFolia Solidária 2024
  • Inscrições do Programa Bahia Produtiva
  • BahiaMEI - Faça sua inscrição!
  • Contracheque no ZAP
  • Portal Transparência Bahia

Economia Solidária

27/11/2023 11:11

Ministra da Cultura prestigia cafeteria da Economia Solidária

A ministra da Cultura e cantora Margareth Menezes, visitou, neste sábado, 25, a Mímu cafeteria, inaugurada no dia anterior, no Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), Centro Histórico de Salvador. O espaço possui elementos da cultura afro diaspórica através dos cafés e iguarias da economia solidária, produzidos e geridos por empreendedoras pretas assistidas pelos Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol) Salvador e Lauro de Freitas. A ministra conheceu o espaço e tirou fotos com as empreendedoras que estão à frentre do projeto.  

Durante a inauguração do espaço, na sexta-feira, 24, cerca de 150 pessoas foram prestigiar a Mímu cafeteria em seu primeiro dia de atividade. A concretização da cafeteria é fruto de parceria do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Muncab, e faz parte das ações do mês da Consciência Negra. O café é um espaço colaborativo gerido coletivamente por quatro empreendedoras da economia solidária pretas da cidade de Salvador, que visam proporcionar uma experiência entre gastronomia e cultura para o público frequentador e turistas do Museu e do entorno, tendo como referências os elementos da cultura afro-brasileira.

Com um cardápio diversificado, a Mímu cafeteria já conquistou clientes em seu primeiro dia de portas abertas. Os frequentadores manifestaram satisfação com o atendimento e ambiente acolhedores, o café, os lanches e os quitutes.

A diretora do Muncab, Cíntia Maria, comemorou a inauguração da Mímu Cafeteria e enalteceu a parceria entre o Muncab, Setre e o Cesol, a partir da qual foi possível viabilizar o projeto para mulheres pretas do empreendimento coletivo da Economia Solidária. “Foi tudo gestado com muito carinho por essas quatro mulheres na produção do café e de todos esses alimentos que elas estão ofertando para a comunidade”.

Cecília Silva, uma das empreendedoras do projeto considerou a Mímu Cafeteria um verdadeiro mimo pela energia transmitida e pelo sabor agradável dos produtos da economia solidária, atendendo a proposta da cafeteria. “Mímu é bebida em yorubá e a nossa proposta foi trazer o mimo, o carinho que isso aqui se assemelha, trazendo também produtos da nossa cultura alimentar, por isso a Mímu vai oferecer esse carinho para os clientes, além de ser um espaço que dialoga sabor e cultura”.

O Superintendente de Economia Solidária e Cooperativismo, da Setre, Wenceslau Júnior, destacou que a Mímu Cafeteria é mais uma conquista da política pública. "Um local prazeroso de cultura e sabor que oportunizará a sociedade baiana e seus turistas conhecerem e consumirem produtos produzidos por pessoas pretas dos empreendimentos econômicos solidários, assistidos pelo Cesol Salvador e Lauro de Freitas", disse.

São mais de 30 itens entre cafés, bebidas e lanches disponíveis ao público do Muncab, situado na Rua das Vassouras, 25, Centro Histórico de Salvador.   

Ascom Setre
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.