• Inscrições do Programa Bahia Produtiva
  • BahiaMEI - Faça sua inscrição!
  • Portal Transparência Bahia

Trabalho Decente

16/12/2022 11:12

Projeto promove geração de renda para grupos em situação de vulnerabilidade

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) certificou, nesta quinta-feira (15), em Salvador, 260 concluintes do Projeto  Recomeçar. A iniciativa contou com um aporte de R$ 500 mil do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad) para oferecer cursos profissionalizantes de Economia Solidária, Agente de Redução de Danos, Eletricista Básico, Trancista, Barbearia e Confecção de Bijuterias, além de oficinas de Direitos Humanos e Trabalho Decente.

O público-alvo do projeto foi formado por população em contexto de rua, jovens em situação de vulnerabilidade, risco social e de saúde, além de pessoas que cumprem medidas cautelares por crimes associados ao uso e/ou tráfico de drogas.

“O Projeto Recomeçar tem um papel importante na melhoria das condições de vida de grupos que encontram maiores dificuldades de ingresso e permanência no mercado de trabalho. Foi uma iniciativa transversal, desenvolvida com recursos destinados pelo Ministério Público e Justiça do Trabalho, a partir de indenizações por dano moral coletivo”, destacou o chefe de gabinete da Setre, Juremar Oliveira, que representou o titular da secretaria, Davidson Magalhães, na cerimônia.

Assistida pelo Programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Ernestina Araújo, 43 anos, concluiu o curso de bijuterias. Após a formação, passou a produzir e comercializar acessórios no centro da cidade. “O curso foi ótimo, aprendi muita coisa boa e já estou ganhando meu dinheirinho. Faço brinco, pulseira, cinto, corrente para celular, bordo sandálias”, conta.

Moradora do Nordeste da Amaralina, a estudante Ana Clara Santos Cruz, 16 anos, participou do curso de Barbearia. “Já tinha interesse nessa área e o curso foi uma brecha para intensificar o meu conhecimento. A expectativa agora é abrir meu próprio negócio e ter uma fonte de renda”, afirma.

Também participaram da cerimônia a superintendente de Políticas Sobre Drogas e Acolhimento a Grupos Vulneráveis, Denise Tourinho, o coordenador- geral do Programa Corra pro Abraço, Frank Ribeiro, e a representante da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia, Roberta Leone.

Ascom Setre
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.