• Orientações Covid 19
  • Artesanato da Bahia
  • FazAtleta

Institucional

05/01/2022 09:01

Governo do Estado expande atendimento para solicitação do crédito emergencial

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e da Desenbahia, expande o atendimento para as solicitações do crédito emergencial aos empreendedores nos municípios baianos em situação de emergência, reconhecida por decreto, devido às fortes chuvas.

Mais três postos avançados de atendimento iniciam as atividades nesta quarta-feira (5). Em Santa Inês, o posto funcionará no CrediBahia, Sala do Empreendedor, na Praça Luiz Teófilo. Em Ipiaú, o atendimento estará disponível no SAC, na Praça Ruy Barbosa, Centro. Em Itapetinga, os empreendedores podem buscar atendimento também no SAC, na Avenida Presidente Kennedy. Em Itabuna e Ilhéus, o atendimento já está sendo realizado nas unidades locais do SineBahia. 

Nesta quinta-feira (6) o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, e representantes da Desenbahia se reúnem, às 9h, com comerciantes e empresários de Itapetinga na Câmera Municipal de Vereadores do município para apresentar detalhes do crédito emergencial.

Desde o lançamento da linha de crédito, procedimentos específicos foram adotados pela Desenbahia. Cerca de 430 empreendedores comprovadamente atingidos pelas chuvas manifestaram interesse pelo crédito disponibilizado pelo Governo do Estado, por meio das ações conjuntas entre Desenbahia, Setre e respectivas prefeituras. No dia 23 de dezembro, ocorreram as primeiras liberações dos recursos.

Financiamento

O crédito emergencial atende os comerciantes e pequenos e microempresários que tiveram prejuízos atestados, pelo corpo de bombeiros, defesa civil ou órgão similar, nas cidades onde foi decretado o estado de calamidade, por conta das fortes chuvas no final do ano passado.
A ação oferece crédito subsidiado, sem juros, para valores até R$ 150 mil, com parcelamento em até 48 meses, incluindo carência de até 12 meses para pagamento da primeira parcela.

Ascom Setre
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.