• Unidades do SineBahia
  • Carteira Nacional do Artesão e Artesã
  • RH Bahia
  • RH Bahia

Qualificação

21/12/2018 14:12

Governo do Estado leva qualificação profissional para jovens soteropolitanos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), certificou nesta sexta-feira (21), no auditório da secretaria, 120 jovens de Salvador que participaram do Programa Trilha. Eles concluíram cursos de qualificação profissional, com carga horária de 400h, nas áreas de Comunicação Cultural, Costura Cênica, Culturas Digitais e Mobilização de Redes Sociais, Estamparia de Tecidos: Técnicas de Silk Screen e Design Gráfico.

Moradora do bairro de São Cristóvão, Tamile dos Santos, 18 anos, foi uma das certificadas. A jovem planeja ingressar no curso superior de Design de Moda e encontrou no Trilha a chance de se aproximar do processo de confecção de vestuário. “Fiz o curso de Costura Cênica e foi uma experiência maravilhosa, uma porta de entrada para aprofundar algumas noções básicas de costura que eu já tinha e aprender coisas novas. O programa trouxe uma perspectiva de futuro para toda a turma", ressaltou.

Aos 20 anos, Robert Bonfim terminou a formação em Comunicação Cultural. “Sou um pequeno empreendedor do ramo de roupas femininas e o curso contribuiu muito desde a concepção da logomarca, até noções de marketing, análise de ambientes digitais e gestão de negócios. Tudo que eu aprendi, já estou colocando em prática”, contou o jovem, que mora no bairro de Fazenda Coutos.

Para o superintendente estadual de Desenvolvimento do Trabalho, Alexandro Reis, “o objetivo do Trilha é possibilitar que os jovens criem uma rede de relacionamento e adquiram conhecimentos tanto para ingressar no mercado de trabalho formal, como para identificar oportunidades de empreender”.

Também participaram da certificação o cofundador da Aceleradora de Empreendimentos Vale do Dendê, Paulo Rogério Nunes; a coordenadora estadual de Qualificação Profissional, Kadine Bárbara; a assessora parlamentar Marleide Nogueira; as representantes das instituições que executaram os cursos, Associação Sons do Silêncio (AESOS) e Instituto de Projetos e Gerenciamento (INPG), Márcia Lemos e Zelma Ramos, respectivamente; além de demandantes do programa.

Ascom Setre

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.