• FazAtleta recebe projetos
  • Unidades do SineBahia
  • Carteira Nacional do Artesão e Artesã
  • Prêmio Servidor Cidadão

Trabalho, Emprego e Renda

30/05/2018 09:05

Bahia exibiu saldo positivo de 1.976 postos de trabalho em abril

De acordo com as informações reunidas pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), a Bahia gerou 1.976 postos de trabalho com registro em carteira em abril de 2018, um aumento de 0,12% em relação ao montante existente no mês anterior. O resultado positivo decorreu da diferença entre 48.368 admissões e 46.392 desligamentos.

O registro positivo para o estado da Bahia, em abril de 2018, foi inferior ao do mesmo período do ano anterior (+7.192 postos) e ao registrado no mês de março de 2018 (+4.151 postos), resultados que ainda não contemplam as declarações fora do prazo.

Setorialmente, em abril, seis das oito atividades econômicas contabilizaram saldos positivos: Agropecuária (+1.730 postos de trabalho), Serviços (+1.104 postos), Indústria de Transformação (+481 postos), Administração Pública (+275 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+124 postos) e Extrativa Mineral (+16 postos). Por outro lado, dois setores eliminaram posições de trabalho com carteira assinada: Comércio (-929 postos) e Construção Civil (-825 postos).

Análise regional – Em abril de 2018, em relação ao saldo de postos de trabalho com carteira assinada, a Bahia (+1.976 postos) ocupou a segunda posição entre os estados nordestinos e a décima primeira no conjunto das unidades federativas. No Nordeste, seis estados apresentaram saldo positivo no mês: Ceará (+3.098 postos), Bahia (+1.976 postos), Maranhão (+1.332 postos), Piauí (+579 postos), Sergipe (+266 postos) e Paraíba (+154 postos). Portanto, a maioria dos nove estados da região apresentou desempenho positivo no quarto mês do ano, influenciando no resultado da região (+4.447 postos). Em contrapartida, três estados registraram saldos negativos: Alagoas (-2.565 postos), Pernambuco (-270 postos) e Rio Grande do Norte (-123 postos).

Análise RMS e Interior – Analisando-se os dados referentes aos saldos de empregos com carteira assinada distribuídos no estado em abril de 2018, constata-se fechamento na RMS e surgimento no interior. De forma mais precisa, enquanto na RMS foram fechados 2.185 postos de trabalho no quarto mês do ano, no interior foram geradas 4.161 posições celetistas.

Fonte: Ascom da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.