• Lançamento do Edital de Seleção de Projetos de Valorização da Capoeira
  • Unidades do SineBahia
  • Carteira Nacional do Artesão e Artesã
  • Novo Portal do Servidor
  • Prêmio Servidor Cidadão

Outros

08/03/2018 10:03

Livro aborda a participação das mulheres na construção da democracia

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, 8 de março, a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT) lança na próxima segunda-feira (12), às 18h, no auditório da Associação dos Advogados de São Paulo, na capital paulista, o livro “Feminismo, Pluralismo e Democracia”. A obra coletiva conta com um artigo de autoria da secretária do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Olívia Santana.

“No texto eu proponho uma reflexão sobre a experiência democrática no Brasil, numa perspectiva feminista de valorização da pluralidade e de afirmação das diversidades, condicionantes básicos de uma sociedade democrática”, destaca Olívia, que participará do lançamento do livro.

“Feminismo, Pluralismo e Democracia” é composto por artigos com vieses sociais, científicos e jurídicos, além de contos e ensaios, fomentando a importância do feminismo para a construção de um novo modelo de sociedade, mais plural, democrático, justo e igualitário. A cerimônia de lançamento contará com palestra da filósofa Márcia Tiburi, pocket-show e roda aberta de samba.

Estudos de Gênero

No último dia 1º, foi lançado, na Assembleia Legislativa da Bahia, o livro “O Golpe na perspectiva de Gênero”, que também conta com um capítulo escrito pela titular da Setre. O livro foi organizado pelas pesquisadoras do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a professora Linda Rubim e a jornalista Fernanda Argolo, e editado pela Editora da UFBA (Edufba).

A obra reúne 12 ensaios, concentrando-se no afastamento da primeira mulher eleita presidente do Brasil, Dilma Rousseff, o que gerou debates inflamados sobre economia e corrupção. A questão de gênero, apesar de evidentes tensões nesse campo, ficou praticamente à margem das pautas de discussões, relegada ao status de questão menor.

Ascom Setre
 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.