• 1 Leilão do Artesanato Baiano
  • Dia D

Artesanato

03/07/2017 19:07

Governo do Estado lança edital de certificação do artesanato baiano

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio da Coordenação de Fomento ao Artesanato, lançou nesta segunda-feira (3) o Edital 2017 do Selo A Bahia Feita à Mão. A solenidade aconteceu no Showroom de Artesanato, no Porto da Barra, em Salvador.

Tendo como órgão certificador o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) o Selo visa garantir valorizar e fortalecer o artesanato regional, ampliando as chances de negócios para os artesãos a partir da maior qualidade aplicada nos processos de produção. 

Inédita no país, a iniciativa, desde que foi lançada, em 2012, já certificou 284 produtos, num total de 95 artesãos beneficiados. Artesãs como Josélia Souza, que produz peças a base de tecidos, como bonecas de pano. “As pessoas têm outro olhar para o produto certificado. Com o Selo, comercializo meu trabalho para lojas dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, além de expandir as vendas aqui na Bahia”, comemora.

Para a secretária do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana, presente no evento, “o Selo fortalece a construção da identificação do artesanato genuíno e um produto final de alta qualidade”.

“O selo é conquistado após a comprovação de que o produto atende a uma série de requisitos, tais como o respeito à legislação ambiental, a não utilização de mão-de-obra infantil e a fidelidade às raízes e simbologias do nosso estado”, ressalta o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

Além do Programa de Certificação do Artesanato Baiano, a Coordenação de Fomento ao Artesanato realiza outras ações de apoio ao artesão. “Aqui na nossa sede, no Porto da Barra, acontece a comercialização, onde recebemos os produtos do selo A Bahia Feita à Mão, e também estamos emitindo, a partir da avaliação dos produtos, a Carteira Nacional do Artesanato, que permite a participação dos artesãos e artesãs em todas as feiras nacionais, em qualquer estado da federação”, destaca a coordenadora estadual de Fomento ao Artesanato, Luciana Embilina.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.